«O Gringo Sou Eu», «White Haus» e «Octa Push» atuam no último dia do festival «L'Agosto»

  • Publicado em Lazer
No Museu Alberto Sampaio, a partir das 22 horas

A primeira edição do festival de música urbana «L'Agosto» termina este sábado, 12 de agosto, no Museu Alberto Sampaio.

O último dia do evento é dedicado aos ritmos mais eletrónicos, estando agendadas as atuações de «O Gringo Sou Eu», «White Haus» e «Octa Push», com início às 22 horas.

«L'agosto» é um acontecimento de confronto imediato com o público num dos locais mais icónicos da cidade de Guimarães, onde ganha a diversidade musical e cultural. O festival conta com o apoio da Câmara Municipal de Guimarães e do Museu Alberto Sampaio e é organizado pela Elephante MUSIK e Estúdio Lobo Mau. A entrada para todos os concertos é livre.

«O Gringo Sou Eu» | A partir das 22 horas
Rapper e produtor da velha escolha, este «O Gringo Sou Eu» retalha-se no sampling de beats alheios, qual ladrão da universalidade da música. Di-lo à boca cheia, enquanto aprimora o sotaque com que mistura esta miscelânea de ritmos que marcam.

«White Haus» | A partir das 23 horas
Não deverá existir um único vertebrado que não tenha sido tocado pela pop numa determinada altura da vida. Realidade transversal e intergeracional, a maleabilidade do género redefine-se também no espírito camaleónico dos seus intérpretes, como este irrequieto João Vieira, que em «White Haus» convoca para cima da mesa o pós-punk, synth-Pop, o electro e o acid house.

«Octa Push»| A partir da meia-noite
A lusofonia redescobre novas fronteiras em «Língua», o mais recente trabalho da dupla «Octa Push», que se permitiu rebater fronteiras entre o semba, a morna, o funaná, o afrohouse e o MPB. Gravado com a colaboração de uma mão cheia de artistas nacionais, os irmãos refinam aqui as heranças afro-portuguesas pela lenta da urbanidade global.