Tribunal de Guimarães aplica prisão domiciliária a suspeito de crimes de homicídio na forma tentada e roubo

  • Publicado em Sociedade

O Tribunal Judicial de Guimarães aplicou as medidas de coação de prisão domiciliária e proibição de contactar a vítima, ao suspeito dos crimes de homicídio na forma tentada e roubo em Famalicão.

O indivíduo foi levado a tribunal, depois de ter sido detido na quarta-feira pela Polícia Judiciária, através da Diretoria do Norte, quando estava no centro de saúde de Ronfe, a receber tratamento.

Os factos ocorreram no passado dia 03 de julho, em Pedome, Vila Nova de Famalicão, local onde o suspeito, motivado por uma paixão não correspondida, terá agredido violentamente a vítima e tentado o seu estrangulamento, abandonando-a quando a julgava morta.

Na ocasião, por forma a simular a ocorrência de um roubo, o suspeito, que se colocou em fuga, subtraiu ainda diversos bens da ofendida.

O detido, operário têxtil, com 43 anos e com antecedentes criminais por condução sob embriaguez, recolheu ao estabelecimento prisional de Braga até que estejam garantidas as condições para ficar em prisão domiciliária.