FERGUSON | "O nosso scout em Portugal indicou-nos o Bebé"

  • Publicado em Atualidade

Alex Ferguson comentou esta sexta-feira a contratação do jovem Bebé. O treinador do Manchester United mostrou-se contente com a contratação do ex-jogador do Vitória. O técnico escocês diz que Bebé "joga com os dois pés, é muito rápido e tem boa matéria-prima dentro dele". Por isso tem tudo o que o Manchester United quer de um jovem jogador. "Ele é matéria-prima e tenho a certeza que podemos trabalhá-lo. Ele é jovem e nós gostamos de jogadores jovens", adiantou.

Também por isso mesmo Alex Ferguson, que falava em conferência de imprensa, chamou a atenção para a necessidade de dar tempo ao jovem avançado. "O importante nesta fase é integrá-lo no clube e fazê-lo entender o que é este clube. Não temos pressa nenhuma com ele e não temos necessidade de apressá-lo".

"Temos boas opções para todos as posições de ataque pelas alas. Temos Nani e Valencia que cada vez mostram mais maturidade, temos Ryan Giggs, Gabriel Obertan, Tom Cleverley, por isso estamos bem servidos. Bebé é um tipo de jogador diferente e vamos ver o que ele pode fazer depois de se integrar no clube".

"Vamos arranjar-lhe um professor de inglês"

Para se integrar, o português necessita, antes de mais, de aprender inglês. Esse é o primeiro objectivo de Ferguson. "Não fala uma palavra de inglês e isso tem de ser tratado, claro, para qualquer jogador que chegue de outro país. Vamos arranjar-lhe um professor de inglês. É importante que ele se adapte ao clube".

Ferguson revelou ainda que a contratação de Bebé partiu muito da influência do «scout» que o Manchester United tem em Portugal. O avançado era um perfeito desconhecido, mas o olheiro do clube inglês apostou nele. "Ele tem um tremendo instinto em relação ao rapaz e nós trabalhámos sobre esse instinto", referiu.

"Tomámos a decisão no que vimos nos jogos que ele fez em Guimarães. Outros clubes começaram a acompanhar o jogador e nós tomámos uma decisão rápida e dissemos por que não?", questionou. "Geralmente fazemos observações mais longas, mas o nosso scout em Portugal é brilhante e confiámos no seu instinto".