«Guimarães Allegro» vai espalhar-se pelos vários espaços públicos de Guimarães

  • Publicado em Cultura
De 18 a 20 de julho

A 4ª edição do «Guimarães Allegro» decorre entre os dias 18 e 20 de julho nas principais praças e ruas de Guimarães, afirmando-se como um evento de promoção de música erudita que vai ao encontro das pessoas no espaço público, fruto de uma política de diversificação cultural implementada na Cidade Berço.

O programa contempla nomes de referência internacional como Cristobal Soler (maestro convidado) e Lorena Valero (mezzo-soprano), que atuam no concerto de abertura com a Orquestra de Guimarães, agendado para 18 de julho, quinta-feira, às 22h00, no Paço dos Duques. A música, entretanto, invade outros espaços como o Mercado Municipal, Largo do Toura, Largo da Oliveira, Praça de S. Tiago, Praça Nova ou Largo de Donães.

A vice-presidente da Câmara Municipal, Adelina Pinto, explicou que existe um objetivo de "surpreender as pessoas" através da "diferenciação dos espaços públicos". O programa do "Guimarães Allegro" foi anunciado esta quinta-feira, em conferência de imprensa, onde Domingos Castro, do Conservatório de Guimarães, salientou ainda a participação de músicos vimaranenses que estão a fazer carreira a nível internacional "e têm a possibilidade de regressarem a casa e mostrar o que estão a fazer por este mundo".

Numa vertente da valorização da formação artística "este programa dá ainda a oportunidade aos jovens do nosso concelho em terem palco para mostrarem o seu talento", realçou ainda Domingos Castro, em representação da direção artística do "Guimarães Allegro".

Adelina Pinto vincou o facto da música erudita, supostamente, ter definido "um público reservado", mas em Guimarães está cimentado um conceito de diversificar a oferta cultural. "Estamos a abrir caminho e a chegar a novos públicos. Apostamos na diversidade e na formação de públicos para os vários programas no desenvolvimento da programação cultural, realizando eventos para os vários gostos nesta política cultural e assim oferecemos diversidade para as pessoas terem a possibilidade de fazerem as suas opções", salientou a Vereadora da Cultura.

O "Guimarães Allegro" é considerado um momento já incontornável do calendário cultural vimaranense, afirmando-se pela celebração de uma estratégia de diferenciação do território vimaranense pela via da música erudita e da sua relação com o património edificado.