«Zé dos Bombos» com oficina lotada para o «Pinheiro»

  • Publicado em Cultura

O artesão de Guimarães que habitualmente prepara milhares de bombos e caixas para as festas nicolinas revela os segredos do ofício. Em semana de realização do Cortejo do Pinheiro, José Alves recua na máquina do tempo e lembra o momento em que decidiu dar continuidade a uma tradição iniciada pelo avô e, depois, pelo pai.

A GMRtv esteve na oficina por onde milhares de bombos e caixas «estagiam» antes do desfile do Pinheiro. Nestas últimas horas, o trabalho tem sido mais do que muito. Inclusivamente, a equipa de pessoal foi reforçada para dar saída às imensas solicitações que chegam à «Casa dos Bombos», situada nos Carvalhos, em Polvoreira.

{sapo}eb5EaGiw2AFkZLKZIzhr/mov/1{/sapo}