Direção do Vitória divulga comunicado sobre o jogo com o Sp. Braga

  • Publicado em Desporto

O Vitória divulgou, este sábado, um comunicado sobre os acontecimentos desta sexta-feira em torno do jogo com o Sp. Braga. Leia o comunicado na integra.

Sabemos que o mundo é hoje muito propício às chamadas “verdades alternativas”. Sabemos ainda melhor que, por vezes, quando repetimos vezes sem conta uma narrativa, a uma determinada altura, até nos soa a verdade. Mas, a bem da mesma, cumpre-nos transmitir o seguinte:

1. Assistimos, na noite desta sexta-feira, a um grande espectáculo de futebol. Com um ambiente como em poucos recintos deste país são possíveis. Sem apelos, nem incentivos. 25 mil vitorianos que voltaram a encher de orgulho, cada um de nós, e a promover da melhor forma a indústria do futebol em Portugal. Aqui é possível. Este deveria ser, aliás, o principal destaque da noite de ontem;

2. Contrariamente à estratégia de vitimização e condicionamento das autoridades delineada pelo nosso adversário, e tal como sempre defendemos, os adeptos do SC Braga encontraram no Estádio D. Afonso Henriques todas as condições de segurança necessárias para assistirem ao encontro da passada sexta-feira. Como se comprovou, o sector inferior da Bancada Norte não seria capaz de albergar a totalidade dos adeptos visitantes presentes no nosso Estádio e, por essa razão, foram colocados no sector superior. Sector esse que, para além de todas as condições de segurança, permitiu ainda uma melhor visibilidade por parte dos adeptos, ao grande ambiente vivido no Estádio. Apraz reconhecer, também, o bom trabalho das equipas de segurança e das forças policiais que permitiram que o jogo decorresse sem desacatos nas bancadas;

3. O Vitória SC acompanha o SC Braga no lamento sobre o atraso dos adeptos à chegada ao interior do Estádio. Bem-vindos a esta luta, de tantos e tantos anos. Já temos, infelizmente, alguma experiência nisso, atendendo ao número de anos em que mobilizamos milhares de adeptos por esses estádios fora. Contudo, e como sabemos, o atraso na entrada dos adeptos nos recintos de futebol é recorrente e depende, exclusivamente, das forças de segurança, e não da vontade dos clubes. Ou será que o SC Braga também será responsável pelas inúmeras ocasiões em que os adeptos do Vitória SC entraram de forma tardia no seu recinto? Será que a entrada dos adeptos do Vitória SC, praticamente ao intervalo, de um dos últimos jogos na cidade vizinha foi “planeada” como insinuam que tal terá acontecido desta vez? Naturalmente que não. 

4. O Vitória SC não vai permitir que uns e outros tentem iludir a opinião pública, com uma recorrente estratégia de vitimização. Dessa forma, exige à Liga de Clubes que, de forma urgente, torne públicas as conclusões dos relatórios do processo de averiguação da entrada tardia dos adeptos do SC Braga, para que, de uma vez por todas, termine a especulação gerada pelas “verdades alternativas”. Será que os próprios adeptos do SC Braga perturbaram o percurso entre Braga e Guimarães fazendo atrasar a sua chegada ao Estádio D. Afonso Henriques? Será que os próprios adeptos do SC Braga terão saído dos respectivos autocarros durante o seu percurso? Será que os próprios adeptos do SC Braga terão arremessado artefactos pirotécnicos durante a viagem atrasando a sua chegada? As respostas caberão à Liga e às Forças de Autoridade que, temos a convicção, agiram em prol daquilo que entenderam ser a estratégia de segurança mais indicada;

5. Faz o SC Braga alarido de um Tweet do Vitória SC em que, numa resposta a um comentário, e num tom irónico, o Vitória SC sublinha a força dos seus adeptos para dar nota de que, perante quase 25 mil vitorianos, gostaríamos ainda de ter a possibilidade de termos espaço para muitos outros que gostariam também de estar dentro do Estádio do Rei. Entendeu o SC Braga, assim como abusivamente alguma comunicação social, que apesar da escrita irónica e do uso de uma rede social mais informal, o Tweet visava “afrontar” os adeptos do clube visitante. Não deixa de ser curioso, que o mesmo clube que no dia anterior colocou um post profundamente provocatório, tal como muitos outros colocados após o resultado do encontro da última época, acicatando rivalidades e criando animosidade, venha agora, em forma de comunicado, reagir a um Tweet inócuo considerando-o, pasme-se, parte de uma “cabala”; 

6. O Vitória SC, como sempre o fez, lamenta e repudia todo e qualquer excesso que possa ter ocorrido na sequência do encontro da noite de ontem. Contudo, não permitirá que, à “boleia” dos mesmos, se tente intoxicar a opinião pública com uma estratégia de desinformação que é facilmente desmentida pelos relatórios e pelas imagens. No entanto, somos tentados a relembrar que, no ano transacto, o autocarro do Vitória SC foi apedrejado à saída da “Pedreira”, com um vidro estilhaçado, pondo em risco a vida de quem estava localizado próximo desse mesmo local. Urge, pois, fazermos o caminho que impeça que tais actos se repitam pelos Estádios deste país e sermos afirmativos, mas também coerentes, na sua condenação.

Terminamos com um profundo lamento. Ontem, no Estádio D. Afonso Henriques, perante um grande ambiente e num jogo muito bem disputado, faleceu um adepto do Vitória SC. Porque o falecimento se deu num recinto desportivo, não só a família vitoriana estará de luto, mas todo o futebol português. Este facto, que se deveria sobrepor a tudo o resto e que nos deveria fazer repensar o quão efémera pode ser a vida, não mereceu uma única linha de quem diz não pretender “brincar ao futebol”. Como dizia o poeta “Merece reflexão”.