Transferências: Liga portuguesa é a mais lucrativa da Europa

  • Publicado em Atualidade

altA crise económica transformou o mercado de transferências deste ano em algo mais calmo do que noutros anos, mas a Liga portuguesa continua em alta.

A mudança de Angel di María, do Benfica para o Real Madrid por 25 milhões de euros, é, até agora, o terceiro maior negócio do defeso, ao que se juntam ainda as vendas do portista Bruno Alves ao Zenit e do benfiquista Ramires ao Chelsea, ambas por 22 milhões.

A cereja no topo do bolo surgiu anteontem à noite com a transferência do quase desconhecido Bebé do V. Guimarães para o Manchester United, por 8,8 milhões de euros.

Estes negócios permitem à Liga portuguesa ser aquela que, na Europa, tem mais «lucro» na relação entre o dinheiro gasto e recebido pelos clubes em transferências. Os clubes portugueses já encaixaram 106 milhões de euros.
 
Assim, os 16 clubes da Liga encaixaram 106 milhões de euros (incluindo as transferências internas) e gastaram 67,7 milhões em contratações de jogadores para a nova temporada, apresentando um saldo positivo de 38,3 milhões de euros.