O mistério da Praceta do Estádio D. Afonso Henriques

  • Publicado em Reportagens

Passam 11 dias do mês de Abril. São quase 20:15 horas. É segunda-feira. A reportagem da «Guimarães TV» chega à Praceta do Estádio D. Afonso Henriques, onde a luz de um ecrã gigante cativa o olhar de pessoas. Muitas pessoas. De pé. São adeptos de futebol. Daqueles fiéis. Que só veneram um clube. Aconteça o que acontecer...

Aos poucos, a Praceta começa a tornar-se pequena. Muitos sentam-se no chão. Outros, de pé, escrutinam o melhor ângulo. Há quem esteja sentado em cadeiras recrutadas de casa. A atmosfera ajuda. Está criado o ambiente.

O jogo já começou e, ao intervalo, o resultado é melhor do que a exibição. No final, nem uma coisa, nem outra interessam. Grita-se «Vitória!». Mistério. Já não há amores assim...

{sapo}KlCcGuM7ubpWWjiTJD16/mov/1{/sapo}

Reportagem: Catarina Silva | Câmara 1: Leandro Pacheco | Câmara 2: Maria João Borges | Edição: Leandro Pacheco